Chicago, USA

A Universidade de Chicago

Em abril de 2014, quando viajamos de Nova York para Chicago, um dos nossos desejos era conhecer universidades em Illinois e Michigan, pensando em futuramente estudar em um desses dois estados. Havíamos lido bastante sobre os locais e sobre as instituições, então embarcamos no carro e fomos…

Uma dessas universidades era a University of Chicago, também conhecida como UChicago, que fica bem perto do centro da cidade, na bela região chamada de Hyde Park, com casas arrumadas, ruas arborizadas e dois grandes parques que dão nome ao lugar. E apesar de não pertencer ao conjunto de faculdades históricas (e elitistas) chamado Ivy League, esta universidade é considerada uma das 10 melhores do país, além de ser uma das maiores, com 15 mil estudantes ao longo do ano.

Mapa: onde fica a University of Chicago (toda a área pintada de laranja)
Mapa: onde fica a University of Chicago (toda a área pintada de laranja)
University of Chicago.
University of Chicago.
Nós, pegando um solzinho por lá.
Nós, pegando um solzinho por lá.

Breve momento para contar uma história: Um dia eu estava andando com o moletom da Universidade, e uma pessoa perguntou pra mim se eu tinha graduado lá. Respondi que não e a pessoa falou “você sabia que eu acho ela melhor do que Harvard? Na UChicago você entra pela inteligência, independente do dinheiro que o seu pai tenha. Já em Harvard, você entra se tem dinheiro, independente da sua inteligência.” Pode parecer bobagem, mas tenho ouvido isto algumas vezes. Claro que Harvard é reconhecida por seus feitos acadêmicos, mas também muita gente entra só por causa das doações. A discussão é longa.

Voltando ao assunto principal, o campus da Universidade de Chicago tem 85 hectares ou 850.000 m2, ou seja, nada pequena! E ela tem que ter esse tamanho porque tem mais de 50 majors, como são chamadas as áreas acadêmicas disponíveis para graduação. Além disso, são 6 bibliotecas, 5 livrarias, 2 hospitais e 3 clínicas médicas… Tudo isso dentro do campus.

Estátua de Linné, um médico e cientista sueco, considerado o pai da taxonomia moderna.
Estátua de Linné, um médico e cientista sueco, considerado o pai da taxonomia moderna.
Eu, desbravando o campus.
Eu, desbravando o campus.
Uma das mayors disponíveis: Política Pública.
Uma das mayors disponíveis: Política Pública.

Desde 1890, muitos famosos já passaram pelas suas salas de aula, mas vou citar apenas dois: Carl Sagan como aluno e o atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, como professor. Além de 89 premiados pelo Nobel. Pouca coisa.

O quê falar sobre a arquitetura no campus? Bom, pra começar ele é todo arborizado, com grandes gramados para os alunos relaxarem ou terem aulas ao ar livre. Há uma mistura entre prédios antigos, como o da faculdade de Direito, e modernos, como a biblioteca Mansueto, que é conhecida como a “biblioteca do futuro”.

Muitas tulipas espalhadas pelo campus!
Muitas tulipas espalhadas pelo campus!
Onde o antigo e o novo se encontram.
Onde o antigo e o novo se encontram.
Joe and Rika Mansueto Library.
Joe and Rika Mansueto Library.

Entrando nessa biblioteca, você verá a estrondosa cúpula curvada feita de vidro, e um espaço que se assemelha a uma sala de leitura, com mesas e computadores. Mas aí poderá estranhar: se é uma biblioteca, onde estão os livros? A resposta é simples: nos computadores e no subsolo. O aluno pesquisa o acervo pelo computador, solicita o empréstimo online, e um robô com braços mecânicos pega os livros do estoque subterrâneo, que tem mais de 3,5 milhões de unidades. O acervo tem temperatura totalmente controlada, e por ser um espaço isolado, os livros físicos sofrem pouco desgaste. Nesse vídeo institucional dá pra entender como funciona.

A biblioteca custou 81 milhões de dólares. Mas a Universidade alega que o alto custo inicial da obra é justificado pela redução dos custos operacionais ao longo dos próximos 25 anos. De tão moderna, sua estrutura foi usada como um quartel no filme Divergente.

Por dentro da biblioteca.
Por dentro da biblioteca.
Por dentro da biblioteca.
Por dentro da biblioteca.

Mesmo que você não tenha interesse em estudar na UChicago, é um lugar bem bonito pra fazer um passeio, caso esteja na cidade. Seja pela beleza dos prédios, pelos parques ou pelos diversos eventos públicos que a Universidade oferece. Para chegar lá, pegue a Green Line (Linha Verde) do metrô, em direção a Cottage Grove, e salte na estação East 63rd-Cottage Grove. As linhas de ônibus #2, #6, #28, #55 e #192 também levam até lá. E há, ainda, um sistema de ônibus chamado UChicago, que fornece transporte de Downtown até o campus. É gratuito para estudantes, e custa $ 2,25 para “visitantes”.

Se você tiver interesse, a Universidade oferece um tour guiado pelo campus, que pelo que sei, é gratuito, só precisa ser agendado. No site ali tem mais informações.

20140425_125040Se fizer esse passeio, aproveite para almoçar no restaurante Médici on 57th, que fica na 1327 E 57th Street. Por quê? É o restaurante preferido do presidente Obama, e sempre que ele visita Chicago, ele faz questão de ir com a família até lá, onde pede sua comida e senta no mezanino. O restaurante serve sanduíches, massas, carnes e saladas. No mesmo endereço, também há um café, com opções de pães caseiros e doces diversos. Só esteja preparado para fila. Nós tentamos comer lá, mas a fome era tão grande que não conseguimos esperar. Pelo menos, a 57th Street tem várias outras opções gastronômicas, e não ficamos na mão.

Luciane foi vencida pelo prato, na Edwardo's Natural Pizza, que fica quase ao lado do Medici.
Luciane foi vencida pelo prato, na Edwardo’s Natural Pizza, que fica quase ao lado do Medici.

É isso, pessoal. Té a próxima!

Quer ver mais posts sobre Chicago? Então clique aqui.

E siga o Roteiros e Relatos nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram. Temos conteúdos exclusivos em cada uma delas, todos os dias!

=)

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.