Atrações, Atrações Gratuitas, Nova York

Brooklyn Bridge – Atravessando o East River a pé

Nova York, e especificamente Manhattan, é famosa por ser uma ilha cercada por dois rios (e que eu já falei que não são rios), tendo muitas pontes, túneis e ferrys (balsas) para fazer as ligações da sua parte insular com a continental.

Uma dessas pontes é a Brooklyn Bridge, a mais conhecida entre todas as outras.

O principal fator de “sucesso” é a possibilidade de fazer a travessia a pé, tornando-se assim mais um ponto turístico na região.

Luciane com a Brooklyn Bridge ao fundo
Luciane com a Brooklyn Bridge ao fundo

A Brooklyn Bridge

As obras de sua construção iniciaram em 1870 e finalizaram em 1883, sendo uma das mais antigas pontes dos EUA. Custou 15 milhões de dólares na época, essa valor atualmente seria de 379 milhões de dólares.

Tem aproximadamente 1.825 metros de travessia, 85 metros de altura e por ela passam mais de 123 mil carros, 4 mil pedestres e 3 mil ciclistas, diariamente. Para atravessá-la reserve entre uma hora e uma hora e meia, depende de quanto você parar e/ou seu ritmo de caminhada.

Conecta as regiões do City Hall em Manhattan e Dumbo no bairro do Brooklyn.

Torre da Brooklyn Bridge
Torre da Brooklyn Bridge

Um fato engraçado de sua história é que 4 dias após a sua abertura, começaram rumores de que ela iria cair. Esse mexerico durou mais de um ano, até que P.T Barnum (maior empresário circense da história) resolver fazer, na ponte, um desfile/travessia com a sua nova atração, o elefante Jumbo. Outros 21 elefantes africanos atravessaram a ponte com o Jumbo e tudo correu bem, a ponte não caiu. Eu diria que é uma bela forma de dar credibilidade a uma obra.

Um projeto de renovação, principalmente das pistas e da sustentação da ponte, começou em 2011 e continua até hoje. Em 2015, está planejado o bloqueio do trânsito no sentido Manhattan.

Como chegar e atravessar?

Em Manhattan: Metrôs 4/5/6/J/Z até a estação Brooklyn Bridge – City Hall/Chambers Street.

Saindo da estação, você vai estar bem próximo à entrada da ponte. Antes de se dirigir para a ponte, uma dica é conhecer rapidamente a região que conta com o prédio da Prefeitura, da suprema corte e do fórum de Nova York, além do City Hall Park, que é bem bonitinho.

Prédio da prefeitura de NY
Prédio da prefeitura de NY
Suprema corte de NY
Suprema corte de NY

Cuidado com os carros, é uma parte bem movimentada da cidade. Atravesse a rua e siga as placas em direção à ponte.

É só seguir o fluxo (como quase tudo em NYC) de pedestres, você vai sentir que está subindo lentamente, afinal a passarela dos pedestres fica acima das pistas dos veículos.

Entrada da Brooklyn Bridge
Entrada da Brooklyn Bridge

Vale dizer que sempre tem alguém expondo ou vendendo alguma coisa nessas rampas de acesso à ponte, mesmo não sendo permitido.

Prédio New York by Gehry
Prédio New York by Gehry

Logo, você verá que está se aproximando de uma das torres com sua bandeira norte-americana icônica, e se der sorte (afinal, ela está em reforma), contará com uma paisagem maravilhosa dos piers e prédios logo abaixo da ponte.

Bandeira americana no alto da torre
Bandeira americana no alto da torre

As torres são impressionantes e passam uma imagem de solidez, são bem largas e altas. Uma curiosidade é que o pessoal começou a colocar cadeados nos pontos livres das torres, igual acontece em Paris, para celebrar o amor e a união.

Cadeados na Brooklyn Bridge
Cadeados na Brooklyn Bridge
Torre da Brooklyn Bridge
Torre da Brooklyn Bridge

Ao chegar ao meio da travessia, pare e veja o visual do skyline de Manhattan e do Brooklyn, além de uma visão privilegiada da Manhattan Bridge, logo ao lado.

Vista do Skyline de Manhattan
Vista do Skyline de Manhattan
Luciane com a Manhattan Bridge ao fundo
Luciane com a Manhattan Bridge ao fundo

Continue maravilhando-se com a vista até chegar ao final. Lá, você poderá escolher entre seguir junto aos carros e sair mais para o meio do Brooklyn, ou pegar a escada e passagens que levam para baixo da ponte. Particurlamente, acho que vale ir por esse caminho por sair mais próximo ao rio.

Meio da ponte
Meio da ponte
Pistas que passam embaixo dos pedestres na Brooklyn Bridge
Pistas que passam embaixo dos pedestres na Brooklyn Bridge

Desça as escadas e siga à esquerda, sentido oeste, na Front Street até a Old Fulton Street, onde você verá o prédio cheio de graça da Eagle Warehouse. Seguindo a Old Fulton Street até seu início, você chegará ao Brooklyn Bridge Park.

Welcome to Brooklyn
Welcome to Brooklyn

Lugar perfeito pra acompanhar o pôr do sol, tomar um café, tomar um sorvete na Brooklyn Ice Cream Factory (não abre no inverno, blé). Você verá muitos fotógrafos fazendo suas sessões ali, além de pessoas se exercitando.

Eagle e sua fachada
Eagle e sua fachada
Ice Cream Factory a esquerda
Ice Cream Factory a esquerda

Cansou e quer ir embora sem cruzar a ponte novamente? Pegue o East River Ferry (balsa) para ir até Midtown ou Wall Street em Manhattan. É rapidinho, relativamente barato ($4) e proporciona outra vista da ponte. Também há o New York Water Taxi.

New York Water Taxi
New York Water Taxi

Não quer pegar o barco? Siga até a parte sul do parque, ou siga para a Furman Street também em sentido sul, até encontrar a passarela que dá acesso às ruas de cima. Essa passarela vai te deixar na rua Columbia Heights, vire à direita e continue no sentido sul até a Cranberry Street. Com certeza, você irá querer parar para fotografar ou aproveitar o visual do parque dali de cima.

Brooklyn Park visto do alto da rua
Brooklyn Park visto do alto da rua

Continuando, entre na Cranberry Street e siga até o final dela, cruze por entre os predinhos e vá em direção ao parque. A estação High Street das linhas A/C fica na parte norte deste parque.

Parque onde fica a estação do metrô
Parque onde fica a estação do metrô

Caso não queira pegar essas linhas: quando chegar no final da Cranberry Street, vire à direita no final dela e siga na Henry Street até o cruzamento com a Clark Street. Lá tem a estação das linhas 2/3.

Té a próxima. 😃

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.