Atrações, Nova York, Parques

Central Park em Nova York – O que ver lá?

Essas últimas semanas tem sido uma correria, e por isso, o blog ficou parado. Odiamos quando isso acontece mas, como somos seres humanos, isso definitivamente acontece mais do que gostaríamos. De todo modo, demos um pulo em Nova York, e como sempre, fomos num lugar que adoramos: O Central Park!

Já falamos aqui do Highline Park e do Bryant Park, lá na Big Apple, mas nunca tínhamos falado deste que é o parque mais famoso do mundo… Então, pra tirar o atraso e pra preencher essa lacuna, esse post é um resumo da história do Central Park e uma amostra das suas atrações. Vem conosco!

Central Park
Central Park

Central Park – Breve história

Planejado desde 1821, o Central Park começou, finalmente, a ser construído em 1857, após o número de habitantes da cidade mais do que quadruplicar no período. Os próprios moradores temiam não ter espaços verdes suficientes para atender o número de moradores crescente. Logo, viu-se necessário desapropriar a região que já contava com donos de terra, e até guetos, e dar a cidade esse bloco verde.

A Treehouse For Dreaming: Uma casa na árvore para sonhar
A Treehouse For Dreaming: Uma casa na árvore para sonhar

Após a desapropriação e compra de outros terrenos, o espaço total do parque foi definido em 315 hectares, ou 3.15 km², e a construção foi iniciada. Vejam vocês, o arquiteto do Central Park é o mesmo que fez o bairro de Back Bay, o Arnold Arboretum e muitos parques aqui em Boston, Frederick Law Olmsted.

Uma beleza só!
Uma beleza só!

O resto é história! Hoje o parque é um pouquinho maior, tendo 341 hectares, e é o parque público mais visitado do mundo com mais de 40 milhões de visitantes anualmente.

Central Park – Localização

O Central Park fica de norte à sul, entre as ruas 110th e 59th, e de leste à oeste, entre a 5th Avenida e a Central Park West, que nada mais é que a 8th Avenida. Ou seja, o bicho é grande!

Mapa do Central Park
Mapa do Central Park

Há estações do metrô de Nova York rodeando praticamente todo ele, com exceção do lado leste, que é uma região historicamente é desprovida de muitas linhas, tendo estações correndo pela Lexington Avenue, cerca de 3 quadras ao leste do Central Park. Não sabe como usar o metrô? Clica aqui!

Vale dizer também que há ruas cortando à área do parque de norte à sul (West e East Drive) e de leste à oeste (65th, 79th, 85th e 97th streets).

Central Park – Principais Atrações

Há muitas e muitas atrações no Central Park, então antes de ir até lá, baixe o mapa clicando aqui. Ou você pode baixar o aplicativo oficial, clicando aqui. Ah, o horário de funcionamento é das 06h da manhã até à 01h da manhã do dia seguinte. O parque em si não fecha mas, se for de madrugada, você estará por sua conta e risco, além de arriscar ser preso pela NYPD.

Dito isso tudo aí de cima, o que eu acredito que vale ver no Central Park é:

  1. Wollman Rink: É um rinque de patinação no gelo super-famoso, e super-caro, localizado na borda sul do Central Park. Ali é um perfeito lugar pra tomar um café e relaxar, olhando a paisagem contrastante de prédios e árvores. A região é cheia de pedras grandes, e portanto, cheia de turista aventureiros. Fica na altura da rua E 63th.

    Wollman Rink
    Wollman Rink
  2. Central Park Zoo: É um zoológico dentro do Central Park, bastante conhecido por ter sido a inspiração do filme Madagascar. Ele é relativamente pequeno em comparação ao Bronx Zoo mas enorme para o espaço, sendo uma bela opção para quem não quer sair de Manhattan. Custa $18 para adultos, $13 para crianças e $15 para idosos (e se comprar online, sai mais barato, clique aqui). Ele funciona das 10h da manhã até às 17h da tarde, todos os dias. Fica na altura da rua E 62th.

    Central Park Zoo
    Central Park Zoo
  3. The Mall: É o espaço mais conhecido de todo o Central Park! Um amplo calçadão com bancos e árvores ladeando o caminho, além de muitos gramados verdes (dependendo da época do ano). É ali que é realizada a festa de réveillon local (onde os Nova Iorquinos vão, não aquela loucura da Times Square). Fica na altura da Rua 66th mas é mais fácil entrar pela rua 65th Street Transverse.

    The Mall
    The Mall
  4. Bethesda Terrace e Fountain: Segundo espaço mais conhecido do Central Park, é uma escadaria (3 na verdade) com arcos grandes e bonitos e uma fonte central com a estátua Angel of Waters. É lugar para relaxar, ouvir uma música e disputar espaço ao redor da fonte ou nas escadarias. Fica no meio, entre à W e a E 72nd Street, que dentro do Central Park chama-se Terrace Drive.
    Bethesda Terrace
    Bethesda Terrace

    Bethesda Fountain
    Bethesda Fountain
  5. The Lake e Loeb Boathouse: Esse lago (The Lake, criatividade) e sua casa de barcos (boathouse) ficam bem atrás do item anterior desta lista. O lago é bonito no inverno quando está congelado e no outros meses por causa das pessoas e seus barquinhos. Para alugar um, custa $15 por hora. Fica na altura da E 75th Street mas o jeito mais fácil de chegar lá é pela Bethesda Fountain.

    The Lake e Loeb Boathouse
    The Lake e Loeb Boathouse
  6. Bow Bridge e The Ramble: Da Bow Bridge, você pode ver mais um pouco do lago, além dos prédios ao redor do Parque, principalmente o Dakota, onde o Beatle John Lennon viveu. O The Ramble é uma região de pequenos caminhos emaranhados, feito para simular um labirinto em torno de uma natura intocada. Posso dizer que é um aventura entrar e tentar sair no lugar planejado por você. Fica entre as ruas W 73rd e W 77th mas o jeito mais fácil de chegar lá também é pela Bethesda Fountain.

    Bow Bridge
    Bow Bridge
  7. Belvedere Castle: Esse castelo fica no meio do Central Park (sem trocadilhos) e como ele fica numa colina, providencia, do alto dos seus 3 andares, uma bela vista da parte norte do parque, principalmente do Great Lawn, um grande, grande, GRANDE gramado e do Delacorte Theater, um anfiteatro usado para shows. Fica na altura da rua 79th Transverse. No vídeo, eu dei a opção de você ir à leste ao MET – Metropolitan Museum of Art e/ou à oeste ao AMNH – American Museum of Natural History, que ficam exatamente na mesma altura do castelo.
    Belvedere Castle
    Belvedere Castle

    Vista lá de cima do Belvedere Castle
    Vista lá de cima do Belvedere Castle
  8. Opcionais: Strawberry Fields, que é um monumento em homenagem à John Lennon, que foi assassinado à poucos metros do Central Park em 1989. Espere muitos turistas e pedintes hippies, e eventualmente, alguém cantando Imagine. Fica na altura da Rua W 72nd; Carousel, que nada mais é do que um Carrossel histórico (e que não funciona nos meses de frio). Fica na altura da 65th Transverse; Shakespeare Garden e Swedish Marionete Cottage, o primeiro é um espaço florido e lindo, o segundo um show de marionetes! Fica na altura da 79th Transverse, do lado oeste do Belvedere Castle; Alice in Wonderland, que é uma estátua icônica da personagem Alice lá no País das Maravilhas e fica na altura da Rua E 76th; Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir, que é o maior reservatório de água de toda ilha de Manhattan, mas que foi desativado em 1993. É um ponto famoso, principalmente na época do florescer das cerejeiras. Fica entre as ruas 85th e 97th Transverses.

    Strawberry Fields
    Strawberry Fields

E aí? Já foi no Central Park? O que você mais gostou? Conta aqui nos comentários! E aproveite e siga o Roteiros e Relatos também nas outras redes sociais: InstagramYoutubeTwitter e Facebook. Em todas elas, temos conteúdo novo e exclusivo toda semana.

Té a próxima!

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.