Boston, Nova York, Transporte, Transporte, USA

Compartilhamento de carros: Usando o Zipcar

Umas das vantagens de morar nos Estados Unidos é que podemos usar tecnologias e serviços muito antes do que a maioria das pessoas em outras partes do mundo. Nós já falamos aqui do Hubway, o serviço de compartilhamento de bicicletas na região de Boston. Também já falamos do Uber e do Lyft, serviços que funcionam como táxi, só que com mais facilidade, limpeza, cortesia, além de um preço melhor.

Hoje vamos falar de um serviço de compartilhamento de veículos: o Zipcar. Ele consiste em fazer a locação de carros por curtos períodos de tempo (de hora em hora), e sem burocracias ou dezenas de taxas como aquelas cobradas pelas locadoras tradicionais.

Esse serviço é ideal para quem precisa de um carro ocasionalmente, seja porque mora perto do trabalho ou porque usa com regularidade o transporte público (que é bem eficiente por aqui).

Zipcar
Zipcar

A gente, por exemplo, só sente falta de um carro quando precisa ir ao supermercado, quando estamos atrasados para um compromisso ou ainda, quando vamos a um lugar que não é atendido pelo sistema do T. É nessas horas que usamos o Zipcar.

O Zipcar

A ideia deste serviço surgiu em janeiro de 2000, numa conversa entre duas mães, enquanto passeavam com seus filhos na cidade de Cambridge, onde fica a Universidade de Harvard.

Em comum, elas tinham o desejo de empreender em algo que ajudasse o meio ambiente e facilitasse a vida das pessoas. Uma delas, de origem alemã, já conhecia um sistema de compartilhamento de carros na Europa, mas achava difícil de usar e sem a abrangência necessária para impactar a vida das pessoas.

Zipcar
Zipcar

Então, elas bolaram um negócio adaptado à realidade de Boston e com as melhorias que elas julgavam necessárias, arrecadaram US$75 mil com apoio de amigos, e já em junho de 2000, a primeira leva de Zipcars estava nas ruas de Cambridge.

Tem em toda região de Boston
Tem em toda região de Boston

De lá pra cá, o serviço cresceu consideravelmente. Hoje são quase um milhão de usuários em mais de 500 cidades e em praticamente todas as grandes cidades americanas.

Como funciona

Para usar o Zipcar, você precisa se tornar membro, fazendo um cadastro pelo website do serviço (ensino como fazer no fim do post). Depois do cadastro, você recebe em casa, em até 5 dias úteis, o seu Zipcard, que é um cartão que serve para desbloquear os carros. Após receber o seu cartão, você também pode usar o seu celular para desbloqueá-los.

Cartão chegando
Cartão chegando
Cartão é do tamanho de um cartão de crédito
Cartão é do tamanho de um cartão de crédito

Com o cartão em mãos, você está pronto para “locar” um Zipcar. Você pode procurar os carros disponíveis mais perto de você através do site ou do aplicativo no celular (que nós achamos mais prático). Aí é só escolher o período do aluguel, o carro preferido e reservar. O Zipcar funciona por períodos curtos e com o mínimo de uma hora de aluguel.

Aí é só ir ao local onde o carro está estacionado, desbloqueá-lo passando o cartão no sensor que fica no parabrisa do lado do motorista (ou usando seu celular), sentar e dirigir 🙂 A chave fica presa na ignição.

As vagas do Zipcar são sinalizadas e bem visíveis, e ficam espalhadas por vários pontos da cidade
As vagas do Zipcar são sinalizadas e bem visíveis, e ficam espalhadas por vários pontos da cidade

Toda reserva de carro tem inclusa no valor:

  • Gasolina livre;
  • 180 milhas (289 km) livres – ou seja, para cada reserva você pode dirigir essa distância. Se passar desse limite, pagará um valor adicional de US$ 0.45 por milha;
  • Seguro contra acidentes de terceiros.

Claro que nem tudo são flores, e existem algumas regras a serem seguidas: (1) você deve retirar e devolver o carro no mesmo lugar; (2) devolver na hora combinada, 1 minuto depois do horário já é considerado atraso; (3) devolvê-lo limpo por dentro; (3) devolvê-lo com pelo menos 1/4 do tanque de gasolina cheio. Se não cumprir com alguma dessas regras, há uma multa bem salgada (começando em $50).

Sobre a questão da gasolina, como já falei, ela é livre e você não precisa pagar por ela. Por isso, há um cartão de crédito no pára-sol acima do motorista para você abastecer às custas da empresa. Pare num posto (qualquer um), pegue o cartão e abasteça normalmente.

Como todos os usuários do sistema devem seguir essas regras, é importante toda vez que você entrar no carro, antes de usá-lo, que confira a limpeza interna e se o tanque está com 1/4 de combustível. Se estiver sujo ou quase sem gasolina, faça uma “reclamação” pelo aplicativo ou pelo site. Se deixar passar, o usuário depois de você fará a reclamação e a responsabilidade recairá sobre você (e tem multa). É como se cada usuário fosse o fiscal do usuário anterior.

Parece muita frescura, mas são regras para manter o sistema funcionando bem. Como não há um funcionário conferindo os carros após cada uso (como acontece nas locadoras tradicionais), a organização depende totalmente dos usuários.

Todo carro tem um nome para você não se confundir.
Todo carro tem um nome para você não se confundir.

Ao sair do carro, é só passar o cartão no leitor que o carro trava novamente. E não se preocupe, o carro continuará sendo seu enquanto a sua reserva durar. Além disso, você pode estacionar o Zipcar em qualquer vaga do sistema, sem nenhum custo. Isso é outro ponto super positivo, pois você pode ir até Downtown (o Centro), por exemplo, e estacionar gratuitamente nas vagas do Zipcar, enquanto os estacionamentos por lá custam uma fortuna.

E olha só que legal: Aqui em Boston, a empresa está testando o serviço One>Way. E o que é isso, Otávio? São carros com aluguel reduzido de 30 minutos, apenas para ir de um lugar pra outro. Como assim? Imagine que você vai no supermercado. Ao invés de pagar pelo tempo de deslocamento para ir e voltar e ainda pelas horas que você vai ficar lá dentro comprando enquanto o carro está ocioso do lado de fora; você paga apenas pelos 30 minutos para se deslocar, devolve o carro na vaga mais próxima do mercado e ao sair, pega outro para voltar. Bom né? Eu acredito que esse é o futuro de todos os Zipcars.

One>Way
One>Way

Como se inscrever e preços

Gostou do que leu até agora? Para se inscrever, é só clicar no link ou no banner aqui embaixo.

Para começar, os preços são os seguintes: $25 para preencher a inscrição. Se você não pegar plano nenhum, você ainda paga uma taxa de US$75. Além disso, a cidade de Boston cobra uma taxa anual de US$ 10. Ou seja, pode sair de US$ 35 até US$ 110.

Os planos começam em US$7 e vão até US$250. Quanto maior o seu plano, mais barato você paga no aluguel do carro e o valor pago mensalmente é revertido em horas pré-pagas. Caso você não escolha plano algum, o preço básico do carro começa em US$7.75 por hora ou $78 por dia. Há carros mais caros, porque quanto maior, mais caro é. Há grandes descontos também se você precisar usar o carro depois da meia-noite.

Preços dos planos mais usados
Preços dos planos mais usados

Já o carros One>Way começam em US$5.25 por meia hora de uso.

Como você já sabe, tudo que escrevemos aqui no Roteiros e Relatos é porque usamos ou gostamos. E com o Zipcar não é diferente. Somos usuários assíduos do serviço. Podemos afirmar, vale a pena! Mas você tem que se planejar. Não adianta pegar o carro no horário do pico pra cruzar a cidade. Você vai gastar dinheiro pra ficar parado no trânsito? Não, né?

Também tem que calcular direitinho o tempo que você vai levar pra não devolver o carro com atraso. Nós já pegamos um One>Way numa promoção, por $2.79 os 30 minutos, e entregamos com 3 minutos de atraso e pagamos uma multa de $50. Ou seja, um serviço que era pra custar $2.79 + taxas acabou saindo por $52.79 + taxas. Mas foi a única experiência negativa que tivemos com o Zipcar. Depois disso, sempre tentamos colocar um tempo extra pra garantir que não vamos tomar multa por atraso.

Zipcar no Aeroporto Logan
Zipcar no Aeroporto Logan

Dúvidas

Dá pra ser membro tendo carteira do motorista do Brasil? Dá! Você deve se registrar normalmente, preencher este formulário aqui, escanear a sua carteira de motorista (confira a data de validade) e seu passaporte, independente do status imigratório e enviar tudo para records@zipcar.com

Lembrando que você deve ter no mínimo 21 anos, ter a sua carteira de motorista há pelo menos um ano e não ter histórico de maluquice atrás de um volante.

Por que não consigo mudar o horário de retirada/devolução do carro escolhido? Porque, provavelmente, algum outro usuário já reservou o carro antes ou depois de você.

Fui no posto abastecer e o cartão de crédito do carro não foi o aceito, o que fazer? Ligue pro Zipcar (o número está no cartão) para avisá-los, abasteça e pague com o seu dinheiro que eles irão te reembolsar.

Aliás, qualquer problema com o carro você deve ligar para eles ou informar através do aplicativo do celular. Melhor avisar do que ser cobrado por algo que não é sua culpa. E não se preocupe, eles são super tranquilos e didáticos.

Tenho medo de bater o carro e ter que pagar, o que fazer? O serviço oferece seguros adicionais (seguro contra terceiros já está incluso).

Vejo um pedágio no meu caminho, devo pagar? Se você retirou o Zipcar numa grande cidade, ele vai ter o sistema de pagamento automático (EZ-Pass aqui na nossa região, Sem Parar no Brasil), que te deixa passar sem parar. O valor vai ser debitado no final da reserva.

Posso carregar meu animal de estimação? Sim, desde que dentro de uma caixinha de transporte.

Bom, acho que é isso! Tem outras dúvidas? Deixa um comentário aqui embaixo ou nas nossas redes sociais. E aproveite pra seguir a gente em todas elas. Temos conteúdo novo e exclusivo em cada uma, todos os dias: InstagramFacebookYoutube e blogroteiros no Snapchat!

Té a próxima!

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.

  • Pingback: #PasseandoPorBoston: Zipcar, almoço no Shopping e Museu de Ciência – Roteiros e Relatos()

  • Quando viemos morar aqui, não havia nenhuma estação perto da gente. Afinal, moramos no bairro mais afastado do centro, quase subúrbio. Mas logo, logo, surgiu uma estação e começou a valer a pena! Agora estamos na campanha pro serviço de aluguel de bicicletas (Hubway) também vir pra cá… Enfim, já usamos o zipcar até pra ir em NYC, estourando um pouco as milhas incluídas mas não pagando nem gasolina nem estacionamento lá. 😉

  • Vim ler um pouquinho mais sobre o ZipCar – achei incrível!
    Descobri até que existem dois pontos aqui em New Orleans – no aeroporto e numa região um pouco mais afastada. Não é muito, mas é muito bom saber que tem! O preço é super em conta e pode salvar no aeroporto!