Atrações, Atrações Gratuitas, Nova York

De Manhattan a Staten Island: Um passeio de Ferry

Uma das formas de passar (relativamente) perto da Estátua da Liberdade é através dos ferrys para Staten Island, que partem do Battery Park em NYC. Esse passeio é uma alternativa para quem não tem tanto interesse em visitar a Lady Liberty na sua ilha, para quem já foi e agora quer ter outro visual dela, ou ainda para aqueles que desejam fazer um passeio gratuito pelo Rio Hudson (que na verdade não é um rio, mas tudo bem).

Whitehall Station em Manhattan
Whitehall Station em Manhattan

Como pegar a balsa?

Além, é claro, dos táxis amarelos, você pode pegar o metrô: linha 1 até South Ferry. Saltando em South Ferry, você já estará dentro ou em frente da estação da balsa (isso depende da escada que você sair do metrô). Caso você queira explorar o Battery Park, a maneira ideal é pegar as linhas 4/5 até o Bowling Green, a praça mais antiga de Nova York, onde é possível também conhecer o Charging Bull (e pegar nos seus culhões pra dar boa sorte). Ao sair da estação do metrô, ande no sentido sul até ver as placas relativas ao Battery Park.

Uma dica válida é seguir o fluxo de pessoas e ler as placas, com certeza não há como se perder.

Além de conhecer o parque, ali você tem três opções de passeios marítimos. A primeira é pegar a balsa, que fica à direita, para Liberty Island (a ilha onde fica a Estátua da Liberdade). Nesse caso, eu te aconselho a comprar os ingressos através do New York CityPASS, economizando nessa e em outras atrações e pulando a fila de todas elas.

Também poder pegar os barcos turísticos de empresas especializadas para fazer diferentes tours nas águas ao redor de Manhattan. Ou ir até a South Ferry Station, um prédio branco que fica à esquerda, onde estão as balsas para Staten Island.

Lady Liberty ao fundo - Vista do Battery Park
Lady Liberty ao fundo – Vista do Battery Park

Essas balsas são gratuitas, funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana. Saem de 15 em 15 minutos nos horários de pico e de 30 em 30 nos finais de semana. Claro que vale a pena entrar no site e ver os horários atualizados, principalmente nos feriados.

O Battery Park é mais um dos lugares mais legais em Manhattan para ver o pôr do sol.

Um passeio ideal nessa região seria: Memorial do WTC e St. Paul’s Chapel pela manhã, visita à Wall Street e almoço, Trinity Church, Charging Bull, Bowling Green e Battery Park à tarde e finalizar o dia com a ida até Staten Island e retorno. Dá para fazer tudo a pé porque são colados um no outro, praticamente.

Os ferrys e a rota

O trajeto entre Manhattan e Staten Island tem pouco mais de 8km e passa rapidinho. É feito por 8 ferrys (balsas), que transportam 75 mil passageiros por dia, em média.

O passeio dura em torno de 25 min num dia de sol e um pouquinho mais nos dias chuvosos. Não se preocupe, você não sentirá que está num barco (gigante), tamanha estabilidade, então nada de tomar remédio de enjôo.

Skyline de Manhattan
Skyline de Manhattan

Caso seu interesse seja ver a Estátua da Liberdade: ao entrar no barco, escolha o andar que você quer ficar mas mantenha-se sempre à direita. No verão, o último andar é tomado de turistas, enquanto os moradores acabam ficando nos níveis inferiores. Já no inverno, o nível do meio é o mais procurado. Seja rápido ao embarcar (mas prudente – nada de esbarrar em ninguém) e você garantirá uma posição privilegiada.

Ao sair do píer, a primeira visão que deixará você babando é a linha de prédios no horizonte (skyline), de uma localização que a maioria dos turistas não vê, e que vão ficando cada vez menores com o distanciamento. Logo, você percebe que está se aproximando da “Liberdade”. O burburinho começa a ficar mais alto e assim como ela veio, ela vai. Afinal, a rota é uma ligação de dois bairros de Nova York e não um passeio turístico.

Muita gente fica frustruda com isso mas eu já penso diferente: você não está pagando NADA e está tendo a oportunidade de ter uma experiência tipicamente nova iorquina. Aproveite, peça uma cerveja (sim, dá pra tomar uma na boa) na lanchonete da balsa e curta o resto do passeio. Você pode tanto descer/subir para os outros níveis, como também pode ir para o lado oposto e apreciar a vista do Brooklyn, do Porto de NY e da Ponte Verrazano.

Estátua da Liberdade
Estátua da Liberdade

Ao ouvir o sinal de aproximação com Staten Island não precisa sair correndo, ainda leva um bom tempo até o ferry atracar e abrir suas comportas. Vale ficar atento e sair pelos andares de cima para desembarcar direto no St. George Terminal e não em seu estacionamento, que fica no nível do piso inferior do ferry.

Infelizmente, não dá para você não ficar no barco esperando o retorno, então aproveite para conhecer o terminal e tomar um café, ou mesmo pegar o trem e conhecer a bela Staten Island, com suas casas tradicionais e aparência de uma cidadezinha do interior norte-americano. Outra dica é sair do terminal e conhecer a visão dali em relação a Manhattan.

Se quiser ver novamente a estátua mais famosa do mundo, inverta os sentidos no caminho de volta.

Ponte Verrazano
Ponte Verrazano

Curiosidades sobre esse sistema e sobre a Estátua da Liberdade

O sistema é gratuito, sendo custeado em parte por usuários de outros meios de transporte em NY, parte por publicidades dentro das balsas e pela concessão do uso das lanchonetes.

Há também outra forma de chegar em Staten Island: Por pontes. São quatro, sendo a Ponte Verrazano a mais famosa, ligando este bairro ao Brooklyn.

Bem vindo a Staten Island
Bem vindo a Staten Island

Há poucos acidentes relacionados ao sistema, a grande maioria foi no período que havia um fluxo maior e mais rotas de balsas na região.

Nos ataques de 11 de setembro (leia-se World Trade Center), os “pilotos” das balsas tiveram que manobrar sem visibilidade alguma, devido à fumaça e poeira que vinha do colapso dos prédios, localizados a pouco mais de 10 quadras do terminal. Esse serviço foi importantíssimo para a retirada de milhares de pessoas do local em segurança. No outro dia, os ferrys foram usados exclusivamente para transporte das forças de seguranças. Esse dia também marca a última data em que carros foram transportados dessa forma.

A rota dos ferrys foi tomada de turistas quando os passeios diretos para a Estátua da Liberdade foram interrompidos devido aos danos causados pelo furacão Sandy em 2012, que inundou quase 75% da pequena ilha e de sua irmã, Ellis Island.

Manhattan vista de Staten Island
Manhattan vista de Staten Island

O acesso ao monumento ficou fechado de outubro de 2012 até julho de 2013.

A Liberty Island, onde fica a Estátua da Liberdade (criatividade), fica de fato em Nova Jersey. Os dois estados brigaram longamente pela posse da terra e o direito de dizer a qual estado a estátua pertencia. Um acordo foi feito então e diz o seguinte: As terras que tocam a água na ilha são de NJ, o interior é parte de NY. Sei não, mas acho que quem ganhou nisso foi New York. 😉

Té a próxima!

PS: Mais uma vez as fotos são da Luciane!

Manhattan vista de Staten Island 2
Manhattan vista de Staten Island 2
Ferry atracando em Staten Island
Ferry atracando em Staten Island
Pôr do Sol dentro do Ferry
Pôr do Sol dentro do Ferry

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.