Califórnia, USA

Farmers Market de Los Angeles

O primeiro local que visitei quando cheguei a Los Angeles, foi o Farmers Market. Um mercado público, que como o próprio nome já diz, mercado dos fazendeiros, é ideal para comprar frutas e verduras fresquinhas, biscoitos, chocolates, artesanato, lembrancinhas da cidade, além de alimentos preparados, em uma variedade bem grande de restaurantes, lanchonetes e cafés.

O Farmers Market foi fundado oficialmente em 1934. Mas antes disso, no século XIX, fazendeiros já ocupavam a região vendendo suas mercadorias aos locais. Por isso, ele é considerado a primeira feira livre da história da cidade.

Vale lembrar que aqui nos Estados Unidos, as feiras de rua que acontecem uma ou duas vezes por semana, também são chamadas de Farmers Market. Mas ao contrário delas, o Farmers Market “original” de Los Angeles é permanente e está aberto sete dias por semana, faça chuva ou faça sol. Por isso que eu digo que está mais para um mercado público 😉

Chegando ao Market.
Chegando ao Market.
Espaço aconchegante e opções até demais para comer.
Espaço aconchegante e opções até demais para comer.
E claro, não podiam faltar, as frutas fresquinhas.
E claro, não podiam faltar, as frutas fresquinhas.
Hummm! Pra quem não gosta de frutas, tem muitos doces também, hehehe.
Hummm! Pra quem não gosta de frutas, tem muitos doces também, hehehe.

Mas voltando à história do local… Já bastante popular entre os moradores nas décadas de 1930 e 40, o mercado teve um crescimento exponencial quando o canal de televisão CBS abriu ao seu lado, em 1952, virando uma praça de alimentação para aqueles que trabalhavam ou iam visitar o complexo. Ele se tornou também point dos famosos, sendo um dos lugares preferidos de Elvis Presley. Nos anos 90, já bastante consolidado, o Farmers Market foi revitalizado, com intuito principal de aumentar o número de “barracas”, aumentar o estacionamento e reconfigurar a circulação de pedestres.

Hoje, são mais de 100 estabelecimentos comerciais, que servem além da cozinha típica americana, uma variedade de comidas étnicas, como asiática, italiana, alemã, francesa e sul-americana. Lá, aliás, comi um churrasco brasileiro que estava uma delícia!

Fachada do Pampas Grill.
Fachada do Pampas Grill.
Buffet à kilo, algo bem raro de ver aqui nos EUA! Detalhe para os preços na parede. A libra corresponde a pouco menos de meio kilo. Então, façam as contas :) Não achei caro.
Buffet à kilo, algo bem raro de ver aqui nos EUA! Detalhe para os preços na parede. A libra corresponde a pouco menos de meio kilo. Então, façam as contas 🙂 Não achei caro.

Pelo movimento na porta do Pampas Grill já dava pra perceber que a nossa comida faz sucesso por lá. E a maioria das pessoas não eram brasileiras! O restaurante serve buffet à quilo (que tem até pão de queijo!), e a opção de adicionar o espeto corrido (com picanha, alcatra, cordeiro, linguiça, etc). Hummm, deu pra matar as saudades!

Meu prato, deu cerca de 8 dólares. E tinha ainda pão de queijo, que comi antes da foto. E picanha com gostinho do Brasil ❤
Meu prato, deu cerca de 8 dólares. E tinha ainda pão de queijo, que comi antes da foto. E picanha com gostinho do Brasil ❤

Mas se você acabou de sair do Brasil e ainda não tá sentindo falta da duplinha arroz & feijão ou do churrasco na brasa, uma opção um pouco mais “exótica”, é o The Gumbo Pot. Um restaurante com culinária típica de New Orleans, que serve comida cajún, baseada em arroz, farinha de trigo, milho, feijão, aipo, cebola e carnes variadas (tem muitos frutos do mar!)… Dizem (porque eu nunca provei) que lembra a comida brasileira, só que com (bem) mais pimenta.

Tá aí um exemplo da comida cajún. Arroz integral e feijão vermelho, com algum tipo de linguiça. Foto: Laurie Kulseth
Tá aí um exemplo da comida cajún. Arroz integral e feijão vermelho, com algum tipo de linguiça. Foto: Laurie Kulseth

Se não quiser se aventurar na “picância”, pode comer no tradicional Magee’s Kitchen, aberto desde o início do mercado, ou ainda no Phil’s Deli & Grill. O primeiro serve – dentre outras coisas – aperitivos e sanduíches de peito de peru, presunto e rosbife. Já o segundo, além dos sanduíches, tem hamburgers bem grandões. Ainda tem opções de pratos italianos no Deano’s Gourmet Pizza; crepes franceses na The French Crepe Company e comida vegetariana no Veggie Grill. Confira a lista completa aqui. Textos em inglês, mas as fotos já dizem tudo 😁

Magee's Kitchen. Data de 1917 porque na época que os fazendeiros vendiam horti-fruti nos seus carros, a Magee organizava piqueniques para alimentá-los. Fofo, né?
Magee’s Kitchen. Data de 1917 porque na época que os fazendeiros vendiam horti-fruti nos seus carros, a Magee organizava piqueniques para alimentá-los. Fofo, né?
Phil's Deli & Grill, outro clássico.
Phil’s Deli & Grill, outro clássico.

Por fim, outra barraca que me deixou encantada foi a Bennett Ice Cream. O dono Scott Bennett e sua equipe fazem o sorvete na hora, misturando os ingredientes na frente do cliente. Dá para assistir o processo através da janela da cozinha.

Bennett Ice Cream.
Bennett Ice Cream.
Sanduíche de sorvete e cookies, na Bennett.
Sanduíche de sorvete e cookies, na Bennett.

E para passar o tempo entre tanta comida (vai que você resolve provar mais de uma opção, né?), ainda tem lojas de especiarias, de velas, de lembrancinhas da cidade (não achei os preços inflacionados não) e até mesmo uma lojinha que vende apenas stickers/adesivos.

Loja de souvenirs.
Loja de souvenirs.
Achei fofo, mas não comprei :P
Achei fofo, mas não comprei 😛

Endereço e horários

O Farmers Market fica na 6333 West 3rd Street, em Los Angeles. Bem na esquina da 3rd Street com a Fairfax Avenue. Abre de segunda à sexta das 9h às 21h; sábado das 9h às 20h e domingo, das 10h às 19h. Tem estacionamento próprio, e os preços são os seguintes, com apresentação de cupom fiscal de compras: primeiras 2 horas livres, $4 para a terceira hora e $1 para cada 15 minutos adicionais. Acho difícil você não comprar nada lá, então vai na fé!

Gostaram? 😊 O próximo post da série será sobre o shopping The Grove, anexo ao Farmers Market e que, portanto, você pode combinar na mesma visita. (link para esse post aqui).

Té mais!

Administradora, eterna estudante, cozinheira nas horas vagas e viciada em maquiagem.