Atrações, Boston, Gratuitas, Museus, Outras Dicas

Cartão da BPL: empréstimo de material e entrada gratuita em atrações de Boston

Na semana passada, mostramos pra você as dependências da Boston Public Library (Biblioteca Pública de Boston). Sabia que ela é considerada uma das mais belas bibliotecas do mundo? Sua arquitetura é mesmo impressionante. Dê uma olhada no post linkado ali em cima e veja se não é verdade 🙂

Então, além da biblioteca ter entrada livre e gratuita pra qualquer visitante, ela oferece o cartão de membership para residentes do estado de Massachusetts. O cartão é gratuito, podendo ser feito em qualquer uma das suas 26 filiais – chamadas em inglês de neighborhood branches (veja mapa abaixo).

Mapa das filiais da BPL
Mapa das filiais da BPL

Em qualquer uma das branches, vá até a mesa de recepção e peça para fazer o Library Card. Apresentando os documentos certos, você já sai com o cartão na hora. O documento mais fácil de levar é a driver’s license. Mas se não tiver, mostre um documento de identificação (pode ser o passaporte) junto com um comprovante de residência no seu nome (conta de luz, telefone, tv a cabo) ou ainda um contrato de aluguel.

Se você vem/veio para estudar por um tempo curto, e tiver um contrato assinado com um dormitório ou casa de estudantes, também pode apresentar esse documento como comprovante de residência. E usufrua da biblioteca pelo tempo que estiver aqui 😉

Meu cartão amado! No verso fica o número de usuário e assinatura.
Meu cartão amado! No verso fica o número de usuário e assinatura.

E quais as vantagens de ser associado à biblioteca?

Primeiro, a mais óbvia, pegar material físico emprestado: livros, áudio-livros, CDs, DVDs e revistas. Dá para “locar” até 75 itens de uma vez só! Para livros e CDs, o prazo de devolução é de 3 semanas. DVDs é 7 dias. Mas todos eles podem ser renovados pela internet.

Segunda vantagem: acesso a uma biblioteca digital, com milhares de ebooks, filmes, arquivos de áudio e revistas gratuitos. Otávio está usando e gostando bastante!

E, por fim, se já não bastasse poder pegar emprestado qualquer um dos 22 milhões de itens do acervo da BPL, o cartão dá desconto ou gratuidade nos ingressos de várias atrações da cidade. Nós usamos direto e podemos dizer que vale muito a pena! Seguem os detalhes a seguir 🙂

Museum Pass Reservation: Entradas gratuitas ou com descontos nas atrações de Boston

São essas as atrações passíveis de entrada gratuita, por meio da reserva de um passe com o BPL card:

  • Museum of Science/Museu de Ciência (veja nosso post aqui) – um passe permite entrada gratuita para até 4 pessoas;
  • New England Aquarium/Aquário (veja nosso post aqui) – de setembro a junho, dá pra reservar um passe para até 4 pessoas;
  • Museu USS Constitution – passe para até 9 pessoas;
  • Museus de Arte de Harvard – passe para 2 adultos (disponível apenas na Egleston);
  • Larz Anderson Auto Museum (veja nosso post aqui)- passe admite uma família (não diz número exato de pessoas – Disponível apenas em Roslindale).

E para essas atrações, há desconto:

  • Museum of Fine Arts/Museu de Belas Artes (veja post aqui) – ingressos $10 por pessoa, para até 2 pessoas (normalmente custa $25);
  • Instituto de Arte Contemporânea ICA (veja post aqui) – ingressos por $5 por pessoa (normalmente é $15), admite até 2 adultos;
  • Isabella Stewart Gardner Museum (veja post aqui) – $5 por pessoa (normalmente  é $15). Durante os dias de semana, passe admite até 4 visitantes; fins de semana e feriados até 2 visitantes;
  • Boston Children’s Museum/Museu Infantil de Boston – metade do preço por pessoa (de $16 por $8), admite até 4 pessoas;
  • Museu de História Natural de Harvard e Museu Peabody (veja post aqui) – até 4 visitantes por $6 cada;
  • Zoológico New England – ingressos saem por $9 para adultos e $6 para crianças (geralmente é $19,95/adulto e $12,95/crianças). Passe admite até 6 pessoas;
  • John F Kennedy Library and Museum – $3 por pessoa (ingresso regular é $14), admite até 2 adultos.

E como funciona o sistema de reservas?

Cada biblioteca da rede tem um número x de ingressos disponíveis por dia, para cada atração parceira. Você entra no sistema de reservas online (clique aqui para ver) e pode pesquisar ingressos de acordo com o dia do seu interesse, a atração do seu interesse ou ainda a biblioteca mais perto de você.

Vejam a tela acima (clicando dá pra ampliar). Escolhi o dia de hoje no calendário do canto superior direito. A lista mostra os ingressos por biblioteca (Adams Street, Brighton, Central Library, etc). No caso, várias delas têm ingressos disponíveis para o Children’s Museum. Rolando a tela para baixo, apareciam as atrações seguintes.

Digamos que eu escolhi o Children’s Museum mesmo. Aí é só clicar em Request Pass (botão vermelho), fazer login com o número do cartão da biblioteca e reservar. A partir de dois dias antes da visita, você deve ir na biblioteca escolhida e retirar o passe (na mesa de recepção). Depois, na bilheteria da atração, você troca esse passe pelos ingressos e entra normalmente.

Voltando ao sistema de reserva, dá para alterar as informações de busca. Veja outro exemplo (clicando dá pra ampliar).

Dessa vez, selecionei a retirada de ingressos apenas na Central Library (biblioteca central, da Copley Square). E escolhi também a atração: New England Aquarium. Nesse caso, perceba que todos os passes já estão reservados pelos próximos 7 dias. Então vai a dica: algumas atrações são mais concorridas que outras. Geralmente as mais caras. Às vezes é necessário algumas semanas de antecedência para conseguir o passe. O negócio é se programar!

Além disso, como já falamos nesse post, alguns dos museus de Boston oferecem um dia da semana ou horário com gratuidade. Então, pense comigo: pra que reservar o passe do Museu de História Natural de Harvard por $6, se podemos ir no domingo de graça? E sem nem precisar fazer reserva pela biblioteca? O mesmo acontece com o Museu de Belas Artes, com o ICA, o Children’s Museum…

Para esses museus, a reserva da BPL só é útil caso você não possa ir no dia da gratuidade, caso vá receber uma visita que não estará aqui no dia gratuito, etc.

Para as outras atrações, porém, vale muito a pena! Na minha opinião, o Museum of Science e o Aquário estão no topo da lista =)

Bom, acredito que já falei tudo que era necessário. Detalhes do sistema você pode aprender mexendo, foi o que fiz 🙂 Pode até parecer difícil lendo toda a minha explicação, mas não é não! É simples e rápido. E melhor ainda é poder usufruir da cultura que a cidade oferece, e economizando muito 💰💰!

Abraços e té a próxima!

Administradora, eterna estudante, cozinheira nas horas vagas e viciada em maquiagem.