Nova York, Transporte

Nova York Subway: Pegando o metrô – Parte 1

Não há forma de locomoção mais fácil em Nova York do que o metrô, o Nova York Subway. É simples assim. Funciona 24 horas e 7 dias por semana, é confiável nos horários, vai para qualquer ponto da cidade, dos mais turísticos aos mais afastados e é relativamente seguro, digo isso porque já andamos bastante nele em todos os horários, alguns bem cabulosos como 2 horas da manhã em Chinatown.

Linha 6 voando!
Linha 6 voando!

Vamos dar um exemplo: Você está no Museu de História Natural lá no meio do Central Park e precisar ir ao One World Trade Center (novo prédio no lugar das torres gêmeas caídas), qual é o jeito mais rápido de ir? O metrô! Por quê?

Museu de História Natural em NY
Museu de História Natural em NY

Bom, você vai pegar a linha C e descer até a estação Canal Street onde trocará para a linha E para ir até a próxima estação que é a sua, World Trade Center. Em 15 min, você estava lá no alto da ilha de Manhattan e logo está lá embaixo. Isso tudo pagando só US$ 2.75, isso se você não tiver o metrocard, se você tiver sairá mais barato que isso.

One World Trade Center
One World Trade Center

De táxi? Esqueça! Os motoristas de táxi em Nova York têm o costume de não fazerem grande distâncias assim, porque não é vantajoso economicamente para eles. Eles ganham US$ 2.50 a cada nova corrida (bandeirada no Brasil) e US$ 0.50 para cada meia milha percorrida (mais ou menos 4 quarteirões/blocks) em Manhattan. A distância de um ponto ao outro leva 22 minutos de carro e é de 6.3 milhas, então no final sairia algo em torno de US$18.50 com taxas e gorjeta.

Nesses 22 minutos ele pode fazer pequenas corridas que resultem no mesmo valor sem precisar ir muito longe da sua região, logo economizando gasolina e lucrando mais. Se você não acreditar em mim, faça a experiência e entre num Yellow Cab e peça pra ir bem longe (fora ir ao aeroporto que é assunto pra outro post). É bem provável que o taxista comece a discutir com você e te peça pra sair do carro.

A arte é presente nas estações do metrô
A arte é presente nas estações do metrô

De ônibus? Assim como o metrô, não há uma linha direta. Você teria que ir com a linha M7 até o Lincoln Center e lá trocar para o M20 ou o M5 até o One World Trade Center. US$ 2.50 cada ônibus, sem o Metrocard. Total da viagem entre 1h10 e 1h20, isso se você não pegar trânsito.

É, por isso que eu digo sempre que o metrô é a melhor opção pra mim e pra mais 6 milhões de pessoas que o usam todos os dias.

Pegando o metrô

Pra quem vem de uma cidade grande, não há segredo. Já pra grande parte da população cabe explicar tudo direitinho.

O sistema do metrô nada mais é do que trens subterrâneos (e de superfície em alguns lugares) que correm em linhas que vão de um ponto ao outro na cidade, parando em diversas estações ao longo do seu trajeto.

Plataforma de uma estação do metrô
Plataforma de uma estação do metrô

Para se localizar nada melhor do que um bom mapa e aprender a localização mais próxima do metrô onde você está hospedado, afinal, é baseado nisso que você irá planejar o seu deslocamento no sistema.

Os trens são, em sua maioria, limpos e climatizados. Algumas linhas são mais novas do que outras e isso fica claro na forma como os assentos são posicionados.

Vagão padrão em NYC
Vagão padrão em NYC

Entre na estação, compre o seu ticket nas máquinas do MTA ou com o atendente no caixa (em desuso), passe o ticket na roleta e entre. Escolha o seu trajeto e divirta-se.

Viu um vagão vazio? Em 90% das vezes é problema! Ou ele está BEM sujo ou há alguém bizarro dentro. A tendência, como quase tudo nessa cidade, é ir com o fluxo.

Há algumas regras de etiqueta que valem ser seguidas:

  • Espere quem está saindo do vagão sair, antes de você tentar embarcar.
  • Não coma no metrô.
  • Não jogue lixo no metrô.
  • Nada de som alto.
  • Não ocupe três bancos somente para ficar com a perna aberta.
  • Não encare ninguém, por mais bizarra que seja a pessoa/situação.
  • Viu uma mala ou algo desse tipo sozinho? Chame um fiscal do metrô e não mexa.

    Confiabilidade no horário
    Confiabilidade no horário

Como eu já falei aqui, cada entrada no sistema do metrô é US$ 2.75, saindo mais barato se você comprar o seu metrocard.

Metrocard: seu lindo

O transporte público de Nova York (metrô e ônibus) conta com um cartão pra agilizar a compra de créditos e o seu uso posterior, além de minimizar a circulação de dinheiro dentro das estações.

O meu metrocard
O meu metrocard

Esse cartão é o Metrocard! Ele custa US$ 1.00 nas máquinas nas estações e pode ser recarregado com um valor X ou com passes ilimitados por um período.

Se você optar pela recarga de valor, de US$ 5 a US$ 100, você ganhará 5% em cima do valor da recarga, e com ele carregado, sua passagem já cai de valor pra US$ 2.50.

As duas opções, mais vantajosas, para moradores e turistas que vão conhecer vários pontos da cidade são a de 7 dias ilimitados pelo valor de US$ 30 e a de 30 dias ilimitados por US$ 112. É comprar e passar na roleta, pelos próximos dias, dependendo da sua escolha, o cartão pode ser usado para viagens ilimitadas no sistema.

Ah Otávio, vou viajar com mais um amigo, posso comprar um cartão ilimitado para nós dois? Poder você pode. Mas saiba que o tempo mínimo entre cada passada do cartão na roleta é de 18 minutos. Sinceramente acho que não compensa a espera.

Máquinas de venda do MTA
Máquinas de venda do MTA

Falando sobre as máquinas de compra do cartão/passagem nas estações: Você pode escolher entre inglês, espanhol, francês, alemão e chinês para ser atendido. Elas aceitam dinheiro, mas só dão no máximo US$ 8 de troco e em moedas, então fique esperto, dinheiro entrou você só vai receber isso de volta. Você pode usar o seu cartão de crédito do Brasil sem problemas, na parte que pede o seu zipcode coloque 99999, isso vai indicar pra máquina que um cartão internacional está em uso.

Eu curtindo minha solidão no metrô
Eu curtindo minha solidão no metrô

Amanhã vou falar sobre as linhas e seus trajetos.

Té a próxima!

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.