Visto USA
USA, Visto

Quero ir para os EUA mas ainda não tenho visto de turista, o que fazer?

Bom, vou ser direto: impossível vir sem visto.

Não vou tratar aqui sobre formas ilegais de entrar nos EUA até porque conheço pouco sobre o assunto. É aquela conversa de amigo do amigo do amigo que disse que tem uma prima que conhece alguém que veio com atravessador. Mas sugerimos que você nem pense nessa possibilidade.

Vou tratar sobre o que tem que ser feito por qualquer um (claro, maiores de 18 anos. Criançada, favor chamar os pais para ler o post) para tirar o visto de turista – o visto B2 – no consulado (ou embaixada em Brasília) americano.

Visto Americano B1/B2 para turista
Visto Americano B1/B2 para turista

Primeiro passo: tirar o passaporte

Pra grande maioria, pode parecer estranho pensar em alguém que tenha o sonho de visitar outros países e não tenha tirado o passaporte ainda. Mas vocês ficariam surpresos com a quantidade de pessoas que me perguntam todos os dias como podem tirar o visto americano e nem sequer fizeram o procedimento para tirar o passaporte brasileiro.

Pra começar, saiba que não é de graça. Hoje o passaporte custa exatos 156,07 reais 257,25 reais (aumento em 10 de julho de 2015).

Ah Otávio, há alguma forma de conseguir isenção nesse valor? Que eu saiba, não.

Continuando, você deve ter em mãos (e já deixe separado para depois) os seguintes documentos:

  • Documento de identificação pessoal: Pode ser o RG, a CNH, a carteira funcional (pra quem é policial, oficial de justiça, OAB, CRA, CREA) ou o passaporte, caso você já tenha. Não precisa ser todos, um só basta.
  • Título de eleitor e comprovante de votação dos dois turnos (quando houve segundo turno) da última eleição. Caso, você não tenha votado, compareça ao cartório eleitoral da sua cidade e pague a multa, ou se perdeu os canhotos dados no dia das eleições, o site do TSE te dá uma mão e te deixa tirar um comprovante de quitação eleitoral, agilizando assim o processo.

    Certidão Eleitoral TSE
    Certidão Eleitoral TSE
  • CPF: Se você não tem mais aquele cartão azul emitido pela Receita Federal, saiba que pode usar os mesmos documentos de identificação pessoal, se neles constar o número do seu CPF. Se não for o seu caso, o site da Receita também te dá uma mão.

    Certidão CPF - Receita Federal
    Certidão CPF – Receita Federal

Para as pessoas do sexo masculino há mais um documento para apresentar:

  • Certificado de quitação militar obrigatório. E aí tem vários tipos, depende se a pessoa serviu ou não às forças armadas brasileiras, mas a grande maioria entra no certificado de reservista ou certificado de dispensa de incorporação. Perdeu o seu certificado? Meus pêsames, você terá que ir a delegacia militar da cidade onde se alistou (geralmente a sua cidade) requerer um novo, tem que pagar e demora entre 5 a 10 dias úteis.

Documentos em mãos? Solicite a emissão do passaporte nesse site, preencha os seus dados corretamente, escolha a cidade e a data do comparecimento à delegacia/posto da Polícia Federal, imprima e pague o boleto (que é gerado no final do formulário). Guarde o comprovante!

Tela de preenchimento para o passaporte
Tela de preenchimento para o passaporte

Acabou? Não!

Lembre-se que você escolheu uma cidade e data para comparecimento na PF? Pois bem, COMPAREÇA no dia e hora marcados com todos os documentos já mencionados aqui – inclusive o comprovante de pagamento da taxa. O atendimento dos agentes é rápido e eficiente, fique tranquilo. É rotina a conferência dos documentos e claro, o cadastro das suas digitais e foto.

Pegue o seu protocolo (ou receba por email), nele você é informado em quanto tempo poderá comparecer novamente no local para retirar o seu passaporte. Salvo em épocas bizarras (greve ou desastres logísticos), o seu novo documento é entregue em 6 dias úteis.

Cuide dele, afinal não é barato e é mais um documento de identificação seu (e o único aceito fora do país).

Agora em dezembro de 2014, fomos informados que os novos passaportes gerados a partir de 2015, terão validade de 10 anos. Os passaportes de 10 anos já estão na rua.

Tirei o passaporte e agora? A hora do visto

Vamos à parte mais importante desse post: solicitar o visto americano de turista.

Antes o processo era demorado: entre preencher tudo e ir na entrevista com o agente consular levava algo em torno de 2 meses. Hoje em dia é bem rápido e as datas mais próximas geralmente são em dois dias úteis após o cadastro.

O processo era lento pois todo o serviço era feito nos consulados/embaixadas. Hoje, as questões de identificação são realizadas nos CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e somente a entrevista final é realizada no consulado/embaixada.

Você pode conferir como estão as datas em relação as solicitações nesse site.

A taxa de solicitação de visto é US$ 160. Na cotação de 3,87 sai R$ 619,20. Veja a cotação atualizada do dólar aqui.

Claro, se você não morar em uma das cidades que têm consulado (Recife, Rio ou São Paulo) ou embaixada (Brasília), você ainda terá que pagar o seu deslocamento até uma delas + hospedagem de no mínimo 2 dias (não é possível fazer tudo no mesmo dia).

Cabe dizer que não considerei Porto Alegre porque nesse momento ainda é necessária a ida para outras cidades para o atendimento consular final.

Antes de tudo, hoje em dia, mais de 97% das solicitações de visto são concedidas.

Para começar o processo, reúna os mesmos documentos pedidos no passaporte e claro, o seu novo passaporte. Além disso, tenha uma foto 5×7, em fundo branco e recente, como se fosse para um novo documento, salva no seu computador. Agora não precisa mais de foto, ela é tirada no dia agendado no CASV.

Vale a dica: Já tenha em mente um destino que você pretende ir, um nome de hotel e seu endereço, mesmo que seja algo que você não planejou muito ainda.

Dito isso, vamos ao passo-a-passo do visto B1/B2:

  1. Acesse esse site, escolha a cidade na qual pretende ser atendido, siga os passos, envie sua foto através do campo destinado, preencha o seu formulário DS-160, salve após o preenchimento, revise as informações, envie no final do processo, imprima e guarde a página de confirmação com foto ao final.

    Página de confirmação com foto
    Página de confirmação com foto
  2. Tendo em mãos os seus dados e a página de confirmação, entre no site de agendamento do visto, faça o seu cadastro com os seus dados.

    Cadastro para agendamento no site da CSC
    Cadastro para agendamento no site da CSC
  3. Depois de feito o cadastro, pague a taxa MRV (aqueles US$ 160) através do cartão de crédito ou boleto. Prefiro o cartão por ser mais imediato o processo.
  4. Agende as datas de comparecimento ao CASV e ao consulado/embaixada.
  5. Salve, imprima e guarde a página de confirmação do agendamento.
  6. Compareça ao CASV no dia e horas marcados com todos os seus documentos, página de confirmação da DS-160, comprovante de pagamento da taxa MRV e a página de confirmação do agendamento.
  7. Lá eles vão conferir os documentos, coletar suas impressões digitais e bater uma foto nova sua.
  8. Compareça no consulado/embaixada no dia e horas marcados com todos os seus documentos, páginas de confirmações, comprovante de pagamento da taxa MRV e todos os documentos que comprovem seu vínculo com o Brasil. Não leve celular/ipod, nem nada eletrônico, pois você não poderá entrar com eles.
  9. Após todas as triagens, você será atendido por um agente consular. Todos são americanos, mas estão acostumados com quem não fala inglês e são cordiais e didáticos. Ele irá conferir os seus dados no sistema e fazer perguntas sobre a sua vontade de ir ao país dele. Seja sincero e explique tudo que ele perguntar. Não precisa ficar nervoso, por trás daquele vidro há alguém que já ouviu todas as histórias possíveis no mundo, a sua não será nada estranha para ele.
  10. Quando ele ficar satisfeito irá te dizer se o seu visto foi concedido ou não. Caso seu visto tenha sido concedido, agradeça e vá embora, você poderá fazer o acompanhamento do seu visto (se você escolheu entrega em casa, irá saber a data de entrega, se você escolheu retirar no CASV, irá saber a data que ele estará disponivel para você, em geral 10 dias úteis). Caso tenha sido negado, ele irá te explicar o porquê da negativa e te entregará uma carta explicando tudo. Você então poderá reinciar o processo todo novamente ou desistir.

DS-160, sua amiga mais importante

A DS-160 é o documento mais importante de todo o processo de solicitação do visto. É por ela que os EUA vão te conhecer e julgar o teu pedido. Então vai a dica: NÃO MINTA. A chance de você ser pego na mentira é grande.

Início do formulário DS-160
Início do formulário DS-160

O formulário é todo em inglês e deve ser preenchido em inglês. Caso você não saiba nem o básico, peça ajuda a um amigo e fique presente no preenchimento, digo isso porque você deve saber o que está sendo preenchido, afinal são os seus dados. E, que fique claro, como você solicitou um dos postos de atendimento no Brasil, os balões de interrogação ao lado de cada campo terão a tradução em português para te auxiliar.

O pessoal consular é tão legal que criou um manual para os brasileiros de como preencher a DS-160, que você pode ver nesse site.

A coisa que mais pega os brasileiros é querer colocar uma remuneração que é incompatível com seus rendimentos. Não ter renda/trabalho, nem carro, nem casa, nem ter uma profissão e colocar no formulário que você tem tudo isso. Só pode dar errado, você não acha?

Seja sincero: “sou isso, tenho isso e quero ir em tal lugar. Vou pagar dessa forma/estou ganhando/tal pessoa está pagando”.

O importante é demonstrar ter capacidade para custear a sua viagem e ter vínculos com o Brasil (para provar que você vai e volta). Serve uma faculdade iniciada (leve comprovante de matrícula/frequência), um trabalho com carteira assinada (ou M.E.I com pelo menos um ano), imposto de renda preenchido (ou a declaração de isenção), contrato de aluguel de imóvel no seu nome (e que esteja longe do vencimento), o talão do financiamento do seu carro, movimentação financeira no banco. Repito: qualquer documento que prove sua renda mensal e qualquer documento que mostre que você precisa voltar para o Brasil no fim da sua viagem, pois você tem compromissos e vínculos na sua cidade de origem.

Guarde a sua documentação (ou do seu financiador, caso seja o seu caso) que dê embasamento ao que você demonstra ser para levar lá no dia da entrevista. Se você diz no formulário que é proprietário de um imóvel, o agente consular pode te pedir um documento que comprove essa posse. Da mesma maneira, com um carro, um emprego, etc. Por isso, leve as comprovações de cada bem ou emprego que você ou seu financiador tiver.

Cabe dizer que quem não tem muita segurança dos seus dados, deve planejar com antecedência a solicitação do visto, trabalhando nos seus pontos fracos. É melhor atrasar os planos um pouco e ir com confiança na entrevista, não?

Minhas opiniões

O sistema de solicitar o visto pode ser um pouco confuso no primeiro olhar, mas é bem simples. Eu gostaria que fosse ainda mais simplificado, com tudo sendo reunido num mesmo site. Hoje, as informações estão espalhadas entre os sites da CSC (terceirizada responsável pelos CASV), embaixada americana no Brasil e departamento de Estado norte-americano.

Os processos também deveriam ser todos numa língua só, ou inglês ou português.

Dada a demanda, novos consulados deveriam ser abertos no Brasil.

Há uma série de despachantes/ajudantes pagos na Internet e também na frente dos CASV/Consulados/Embaixada e eles cobram relativamente caro para um serviço que não vai diferir do que você pode realizar em casa. Talvez você até preencha melhor e tenha melhores resultados porque afinal você sabe melhor de você do que ninguém. Já vi DS-160 preenchidas por despachantes que deixavam perguntas em branco, levando a um atraso no processamento do formulário e posterior negativa de visto pelo agente consular. Então, tire um tempo e faça você mesmo.

Você vai viajar em grupo? Preencha uma DS-160 e pague uma taxa MRV pra cada integrante, quando estiver agendando o atendimento no CASV e entrevista no consulado/embaixada você poderá marcar como grupo (família, por exemplo).

Depois disso tudo e com seu visto em mãos, boa viagem!

Tem ainda alguma dúvida sobre a solicitação do visto? Deixe um comentário.

Seguiu o meu passo-a-passo e deu tudo certo? Conta pra gente nos comentários.

Té a próxima!

Esse post foi atualizado no dia 30/11/2015 👍

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.