Outras Cidades de Massachusetts

Roteiro: Um dia em Plymouth

Uma das coisas mais legais de Boston é que, além das diversas atrações dentro da cidade, tem passeios interessantíssimos pra fazer em toda a região da Nova Inglaterra. Aqui no blog, já falamos de Salem (a cidade das bruxas), da Wachusett Mountain (para esquiar), do balneário de Newport e suas mansões, dos outlets de New Hampshire

Hoje, vamos falar de uma cidadezinha bem perto de Boston. Quer dizer, não tão “Inha” assim. Pode ser pequena em número de habitantes (56 mil), comparando com Boston (646 mil), mas é o maior município de Massachusetts por área. Estamos falando de Plymouth, um balneário ao sul de Boston, que também ocupa um lugar de grande destaque na história americana. É conhecida como a “Cidade natal da América”.

Mapa de Plymouth.
Mapa de Plymouth.

Em Plymouth, no ano de 1620, foi fundada a primeira colônia na América pelos peregrinos (pilgrims em inglês), um grupo de colonos ingleses que deixaram a Europa em busca de liberdade religiosa nas Américas. À bordo do barco chamado Mayflower, eles cruzaram o oceano e atracaram na baía da cidade. E ali, encontraram água doce (dos rios) e boas condições para construir sua vila e plantar seu próprio alimento.

Welcome to Plymouth.
Welcome to Plymouth.

Uma das atrações para se visitar na cidade, é a Plymouth Rock. Reza a lenda que essa rocha marca o local de desembarque dos peregrinos. Apesar da ausência de evidências históricas, para os americanos a pedra tornou-se um famoso símbolo da coragem e da fé dos homens e mulheres que fundaram a primeira colônia da Nova Inglaterra.

Plymouth Rock.
Plymouth Rock.

Outro passeio imperdível é a visita ao barco Mayflower II, uma réplica em tamanho real do Mayflower, o navio que trouxe os peregrinos para cá. É uma espécie de museu, onde atores a caráter contam como foi a sofrida viagem de 2 meses à bordo do navio.

Mayflower II.
Mayflower II.

Uma curiosidade é que essa réplica foi construída também na Inglaterra, em 1956, e também cruzou o oceano, até atracar em Plymouth. Ainda é um navio em condições de navegar, e rotineiramente faz passeios em torno da Plymouth Harbor.

Ambas as atrações, Plymouth Rock e Mayflower II, ficam no Pilgrim Memorial State Park, um parque na beira do mar, em uma das principais avenidas da cidade (Water St). Esse é um dos parques mais visitados do país!

Parte do Pilgrim Memorial State Park. Esse é o pavilhão que protege a Plymouth Rock (ela fica bem ali no meio, onde as pessoas estão olhando para baixo).
Parte do Pilgrim Memorial State Park. Esse é o pavilhão que protege a Plymouth Rock (ela fica bem ali no meio, onde as pessoas estão olhando para baixo).

Já no Centrinho da cidade, na 75 Court Street, está o Pilgrim Hall Museum, o mais antigo museu em funcionamento nos Estados Unidos. Ele foi construído em 1824, e expõe objetos originais dos peregrinos do século XVII, que ajudam a ilustrar como foi a vida naquela época.

O Pilgrim Hall Museum abre de fevereiro à dezembro, das 9:30-16:30, todos os dias. Demos azar de visitar a cidade logo em janeiro!
O Pilgrim Hall Museum abre de fevereiro à dezembro, das 9:30-16:30, todos os dias. Demos azar de visitar a cidade logo em janeiro!

Por fim, outra atração que merece destaque é a Plimoth Plantation. Um “museu vivo”, onde atores re-criam o assentamento de Plymouth em 1627, a partir da perspectiva dos colonizadores e também dos indígenas nativos. Por ser uma atração a céu aberto (você anda na vila e interage com as personagens históricas), a Plimoth Plantation funciona apenas de março à novembro, ficando fechada durante o inverno. O endereço é 137 Warren Ave.

A entrada da Plimoth Plantation, fechada no inverno.
A entrada da Plimoth Plantation, fechada no inverno.
Uma visão geral de como é a vila da Plimoth Plantation, já na primavera.
Uma visão geral de como é a vila da Plimoth Plantation, já na primavera.

Depois de visitar tantos lugares, pode ter certeza que vai bater aquela fome. E você não pode ir embora de Plymouth sem provar a típica culinária da região, baseada em frutos do mar.

O cais onde ficam os restaurantes, na Water St.
O cais onde ficam os restaurantes, na Water St.

Na Water St, perto do State Park, e de frente para o mar, existem centenas de opções de restaurantes, pizzarias, cafés e sorveterias.

The CabbyShack.
The CabbyShack.

Nós sugerimos o The CabbyShack, na 30 Town Wharf. E as fotos a seguir vão explicar o porquê.

Calzone de lagosta. C-A-L-Z-O-N-E-D-E-L-A-G-O-S-T-A. GIGANTE. E maravilhoso.
Calzone de lagosta. C-A-L-Z-O-N-E-D-E-L-A-G-O-S-T-A. GIGANTE. E maravilhoso.
Muitos pedaços de lagosta!
Muitos pedaços de lagosta!

O restaurante tem jeitinho de praia. Foge do padrão das grandes redes, onde tudo é igual, sem identidade.

Carinha de restaurante de família de pescador.
Carinha de restaurante de família de pescador.

Tem um menu variado (acesse aqui), mas em boa parte baseado em frutos do mar. Em uma visita mais recente, também provamos a Torta de Lagosta (Lobster Pie) e o Macarrão com Queijo e Lagosta (Mac and Cheese Lobster). Ambos muito bons também!

Lobster Pie.
Lobster Pie.
Mac and Cheese Lobster.
Mac and Cheese Lobster.

As atrações de Plymouth não se resumem ao que listamos aqui. O roteiro que preparamos, pode ser feito tranquilamente em um dia, com paradas para relaxar em frente ao mar e até para um sorvetinho pelo caminho.

Ideia de roteiro para curtir as atrações que apresentamos aqui: Plimoth Plantation, Plymouth Rock, Mayflower II, Pilgrim Museum e The CabbyShack (não necessariamente nessa ordem).
Ideia de roteiro para curtir as atrações que apresentamos aqui: Plimoth Plantation, Plymouth Rock, Mayflower II, Pilgrim Museum e The CabbyShack (não necessariamente nessa ordem).

A cidade vive do turismo e por isso, têm muitos outros museus, parques e memoriais. Indicamos dar uma olhada no site oficial da Prefeitura, onde é possível encontrar tudo que a cidade oferece, com endereço e horários de funcionamento (importante consultar principalmente de você for no inverno!).

Plymouth Memorial Building, um espaço para eventos particulares.
Plymouth Memorial Building, um espaço para eventos particulares.
Plymouth Long Beach, no inverno.
Plymouth Long Beach, no inverno.
Plymouth Long Beach, no inverno.
Plymouth Long Beach, no inverno.
Plymouth Long Beach, já na primavera.
Plymouth Long Beach, já na primavera.

Esse é um passeio valioso para quem gosta de história e/ou se interessa pela história americana. Mas Plymouth não se resume a isso. É uma cidade linda e aconchegante, ótima para relaxar e comer sem culpa. 😀

Té a próxima!

Obs: Acho que deu pra perceber, mas não custa explicar: as fotos desse post foram tiradas em dois passeios diferentes que fizemos ao local. Uma em janeiro no alto inverno e outra agora em abril, já na primavera. Por isso algumas fotos têm neve e outras não.

Quer ver mais posts sobre Boston e região? Então clique aqui.

E siga o Roteiros e Relatos nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram. Atualizamos todas as redes, todos os dias. Valeuuu!

Administradora, eterna estudante, cozinheira nas horas vagas e viciada em maquiagem.