Boston, Fast-Food, Fast-Food, Nova York, Onde Comer, Onde Comer

Shake Shack – Burger Gourmet (ou não)

Hamburger é um prato que adoramos comer. Eu poderia comer hamburger em todas as refeições. Logo, nós gostamos de provar lugares novos sempre que possível.

Shake Shack da Newbury Street. Foto: Andre Hirae
Shake Shack da Newbury Street. Foto: Andre Hirae

O Shake Shack, porém, não é um lugar novo para nós. Já havíamos comido algumas vezes em Nova York. Mas decidimos finalmente visitar o restaurante deles aqui em Boston, mais precisamente a unidade da Newbury Street.

O Shake Shack

Fundado em 2000 no Madison Square Park em Nova York, o Shake Shack começou como um carrinho de cachorro-quente. Em 2004, o dono ganhou uma licitação para construir e operar um quiosque no parque. Desde então, o Shack só vem crescendo.

São mais de 66 restaurantes nos Estados Unidos e no mundo. Aqui na região de Boston são os seguintes:

  • 234-236 Newbury Street, Boston, MA 02116.
  • Harvard Square, 92 Winthrop Street, Cambridge, MA 02138.
  • 49 Boylston Street, Chestnut Hill, MA 02467.
  • 226 Legacy Place, Dedham, MA 02026.

Uma curiosidade é que o quiosque em NYC é tão movimentando que tem uma câmera 24h filmando para você poder acompanhar como estão as filas e ir no melhor momento.

O menu deles é o seguinte:

Menu do Shake Shack
Menu do Shake Shack

Os lanches mais famosos são: o ShackBurger, que é um Cheeseburger com alface, tomate e molho ShackSauce; o SmokeShack que é Cheeseburger com molho Ranch de Bacon, Cherry Pepper (não tem tradução para o português, mas é um tipo de pimenta) picada e o tal ShackSauce; o Shack-cago Dog que é um cachorro quente ao estilo de Chicago com uma geléia de pepino em conserva, pepino cru, pepino em conserva (sim! três variações de pepino), cebola, tomate, sport pepper (sem tradução), sal de aipo e mostarda;

SmokeShack. Foto: Andre Hirae
SmokeShack. Foto: Andre Hirae
ShakeBurger com salada e sem.
ShakeBurger com salada e sem.

Pra acompanhar, peça: Cheese Fries, que são batatas fritas onduladas e com muito queijo derretido em cima. E claro, os Milk Shakes, que podem ser de baunilha, chocolate, caramelo com sal marinho, preto & branco (baunilha e chocolate), morango, manteiga de amendoim e café.

Cheese Fries!
Cheese Fries!

Nossa experiência lá

Como eu já disse lá no começo do post, não era nossa primeira ida ao Shake Shack mas sim a primeira em Boston. A experiência é praticamente a mesma em todas as lojas: ao entrar, você irá seguir uma fila enquanto lê o menu na parede. E acredite em mim, isso não torna o processo mais fácil. Principalmente se é a sua primeira vez. O menu é grande e é difícil de decidir porque a fila anda rápido.

Fila da entrada. Foto: Andre Hirae
Fila da entrada. Foto: Andre Hirae

Por mais que a escolha através do menu emparedado seja complicada, o atendimento é sempre de primeira, sempre fomos bem atendidos em todos os lugares e, preconceitos à parte, nem parece que estamos num fast-food.

Menu na parede
Menu na parede

Feito o pedido, você recebe um aparelhinho desses de senha eletrônica, que vibram e piscam quando o seu lanche está pronto para ser pego. Normalmente, um lanche demora entre 5 a 10 minutos para ficar pronto, tudo isso para assegurar que ele é fresco!

Esperando nosso pedido
Esperando nosso pedido
Galera esperando. Foto: Andre Hirae
Galera esperando. Foto: Andre Hirae

Nossa opinião geral: É gostoso, o atendimento é ótimo e a loja é impecável. Mas pelo mesmo valor, você vai no Five Guys e come um sanduíche que me parece melhor no custo/benefício. Ele fica no meio termo entre o fast-food e o burger gourmet, com um pé em cada lado mas sem definição.

Eles também tem uma cerveja própria!
Eles também tem uma cerveja própria!

Mas não fique só na minha opinião (que como eu disse, é minha), vá e confira por si mesmo! E claro, depois deixe seu comentário aqui embaixo ou lá no nosso Facebook, Instagram ou Twitter.

Ah, vale dizer que o nosso amigo Andre Hirae ajudou nas fotos!

Té a próxima!

😉

Fotógrafo, barbudo, viciado na Craigslist e wikipedia ambulante.