Boston, Compras, Compras, Cosméticos, Cosméticos, Nova York, Roupas, Roupas

Sobre a gigante Macy’s

Na semana passada falamos da maior rede de lojas de móveis do mundo. Hoje, vamos apresentar a maior loja de departamentos do mundo, a Macy’s.

Ela é quase uma instituição americana. É a mais conhecida loja de departamentos por aqui, estando presente em todos os estados, no Havaí, em Porto Rico e Guam (uma ilha que é território americano, lá perto da Indonésia). São quase 800 lojas, sendo a âncora, na Herald Square em New York, a mais famosa de todas. Essa unidade ocupa um quarteirão inteiro, em um prédio de onze andares. É tão grande que na entrada têm mapas para os turistas se localizarem. Falamos dela aqui.

A fachada da Macy's da Herald Square, em New York City.
A fachada da Macy’s da Herald Square, em New York City.
A fachada da Macy's da Herald Square, em NYC, no Natal. A estrela vermelha, imponente símbolo da marca, é uma imitação da tatuagem que o fundador da loja tinha no braço.
A fachada da Macy’s da Herald Square, em NYC, no Natal. A estrela vermelha, imponente símbolo da marca, é uma imitação da tatuagem que o fundador da loja tinha no braço.

Um pouco de história

A Macy’s foi fundada de 1858, por Rowland Macy, um comerciante de balas do estado de Massachusetts que foi para New York tentar uma vida melhor. Ele abriu uma loja que vendia um pouco de tudo: alimentos secos (feijões, farinhas, grãos integrais), vestuário, utilidades para a casa, pequenas ferramentas, etc.

Com criatividade, o proprietário passou a investir cada vez mais em publicidade, tais como vitrines iluminadas para atrair clientes (coisa que a Macy’s faz super bem até hoje) e a presença do Papai Noel dentro da loja na época de Natal (Sim, ela foi a pioneira nessa prática!). O negócio começou a crescer, novos sócios entraram na sociedade e, em 1902, a loja enfim instalou-se no seu endereço mais famoso, em Herald Square. Depois disso, foi só ascensão! Aquisição de lojas menores, inaugurações por todo o país, fusão com outras grandes redes…

IMG_7325
Vitrines da Macy’s de NYC, no Natal. É uma das atrações da cidade nessa época.
Vitrines da Macy's de NYC, no Natal.
Vitrines da Macy’s de NYC, no Natal.

O Natal é o forte da Macy’s. Ela lança modas que passam a ser seguidas em todo o mundo. Outra ação fofa (e milionária), que começou em 2009, foi a campanha intitulada “A million reasons to believe”, que procura resgatar o verdadeiro espírito de Natal (pelo menos pra eles): escrever a carta para o Papai Noel e postá-la em uma caixa de correio (que, nesse caso, fica dentro das lojas). Para cada carta recebida, a Macy’s doa USS 1 para a “Make Wish Foundation”, entidade que se dedica a realizar os sonhos de crianças com doenças terminais. Nos últimos anos, foram coletadas mais de 5 milhões de cartas! Só não sei o que fazem com elas…

A million reasons to believe.
A million reasons to believe.

Mas no fim das contas, o que dá pra comprar na Macy’s?

A proposta da loja é a mesma desde a sua fundação: ser um lugar onde todo mundo encontra o que procura. Não quer dizer que eles vendam de tudo. Mas é quase isso.

A Macy’s reúne as principais marcas de roupas, sapatos, bolsas, relógios, jóias, bijuterias, maquiagens, roupas de festa, malas, produtos de cama, mesa e banho, móveis, utilidades domésticas, decoração…

Lista das principais marcas vendidas na Macy's.
Lista das principais marcas vendidas na Macy’s.

De longe, não é das lojas mais baratas para comprar produtos de marca. Mas, se você está procurando algum lançamento, seja ele tênis, bolsa, relógio, etc, o lugar mais fácil de achar é na Macy’s. Lá as novidades chegam primeiro, e sempre em maior quantidade. Agora se você só quer comprar um produto Michael Kors ou Tommy Hilfiger, mas não faz questão da coleção atual, com certeza você deve ir nas lojas de ponta de estoque, onde produtos de coleções mais antigas estarão com preços bem mais convidativos (Clique aqui para ler mais sobre essas lojas).

Também vale a pena comprar na Macy’s os produtos que têm preço tabelado, como maquiagens por exemplo (a grande maioria das marcas têm os mesmos preços em todos os lugares, então não muda onde você vai comprar).

Além disso, mais um bom motivo pra ir lá: liquidação. As grandes lojas vendem pra caramba e, por isso, estão sempre repondo seus gigantes estoques. E, comprando os produtos em grande quantidade dos fornecedores, elas têm alto poder de negociação. O que acaba refletindo para os consumidores na palavra mais linda desse universo: PROMOÇÃO (Clearance ou Sale em inglês).

Promoção!!!!
Promoção!!!!

A Macy’s quase sempre tem ótimas promoções. E você encontra, no meio de todas aquelas marcas chiquérrimas, alguma coisa comprável. No final/fundo de cada andar, é comum encontrar a área de liquidação “clearance” com preços remarcados e descontos que variam de 25% a 50% do preço de etiqueta. Vale a procura!

E se você estiver vindo no fim de novembro, na época da Black Friday, com certeza deve consultar o site da Macy’s e verificar quais serão os itens em promoção. Já vi descontos de até 90%. Mas você vai ter que encarar isso aqui (Macy’s de NY na Black Friday).

As lojas da Macy’s em Boston e Cambridge

Bem-vindo à Downtown Crossing! A Macy's à direita.
Bem-vindo à Downtown Crossing! A Macy’s à direita.
A fachada da Macy's de Downtown Crossing.
A fachada da Macy’s de Downtown Crossing.

Em Boston, a Macy’s fica em Downtown Crossing, uma área no centro da cidade, onde estão as principais ruas de comércio (estilo calçadão aí do Brasil). A loja é facilmente acessível pelas linhas laranja e vermelha do metrô (a estação chama Downtown Crossing e é exatamente em baixo da Macy’s) e pela linha verde (saltar na Park St e caminhar alguns poucos minutos).

Entrada na Macy's pelo subsolo, dentro da estação do metrô também chamada de Downtown Crossing.
Entrada na Macy’s pelo subsolo, dentro da estação do metrô também chamada de Downtown Crossing.

O endereço é 450 Washington Street. Abre de domingo à quinta-feira, das 10h às 21h, e tem horário ampliado na sexta-feira, das 8h às 22h, e no sábado, das 8h às 23h.

A loja tem 3 andares. No piso inferior (subsolo), ficam os móveis, itens para casa em geral e as malas. No 1° piso (o térreo), estão as bolsas, cosméticos, jóias e artigos masculinos. Por fim, no 2° piso, estão as roupas e sapatos femininos.

Também é no 1° piso, que está localizado o Visitor’s Center. Lá, visitantes estrangeiros conseguem um vale desconto de 10% em qualquer compra na loja (menos em cosméticos e perfumes), no prazo de 30 dias. Interessante, hã? Leve seu passaporte (ou cópia dele) até lá e peça o “shopping pass”.

Quiosques de cosméticos, no 1º piso (térreo).
Quiosques de cosméticos, no 1º piso (térreo).
Setor de roupas masculinas.
Setor de roupas masculinas.
Camisas da Tommy.
Camisas da Tommy.
Bolsas.
Bolsas.
Calçados femininos.
Calçados femininos.
Mais calçados 😍
Mais calçados 😍
Roupas de festa.
Roupas de festa.

Também há uma Macy’s na cidade vizinha de Cambridge. Para chegar lá, pegue o trem E da linha verde até Lechmere. Dali, são mais 5 minutos caminhando até o Cambridge Side Galleria, o shopping onde está a loja. Vale a pena ir ir lá, se você quiser conhecer o shopping (tem lojas ótimas e restaurantes mais ainda, falaremos dele mais pra frente), ou ainda se estiver no Museum of Science, que é pertinho dali.

Entrada da Macy's no Cambridge Side Galleria.
Entrada da Macy’s no Cambridge Side Galleria.

A Macy’s tem um hotsite em português, com algumas informações sobre a rede e sobre as lojas das maiores cidades. Acesse aqui. Além disso, a loja online deles agora vende para o Brasil! O primeiro passo é alterar o país no “Change Country”, que fica lá embaixo da página, e aí é só escolher as peças e colocar no carrinho. Na hora de pagar, o site faz os cálculos de frete e taxas alfandegárias do Brasil. Infelizmente as taxas são bem altas, fazendo o preço dos produtos triplicarem. Mas se você estiver desejando muito um produto específico e não tem viagem marcada, talvez valha a tentativa!

Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado do post, e se tiverem mais alguma informação legal sobre a Macy’s, deixem aí nos comentários. 😃

Ah! Se quiserem conhecer um pouco mais de Boston e suas atrações, é só clicar aqui 🙂

E acompanhem o Roteiros e Relatos nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram.

Té a próxima.

Administradora, eterna estudante, cozinheira nas horas vagas e viciada em maquiagem.