Atrações, Boston, Pagas, Parques

Um dia nas ilhas do Boston Harbor

Oi, pessoal! Tudo bem?

Ontem fizemos um passeio de barco pela baía de Boston. Fomos conhecer algumas das ilhas que fazem parte do parque nacional Boston Harbor Islands. Uma área composta por 34 ilhas, sendo algumas delas na verdade “ex-ilhas” (sim, isso existe! São ilhas que ficavam perto do continente e tiveram acesso aterrado, virando penínsulas).

Muitos desses espaços estão abertos ao público e são áreas de preservação ambiental, mantidas pelas prefeituras de Boston, de cidades vizinhas e pelo governo do estado. Já falamos no blog sobre o World’s End, o parque do fim do mundo, confiram aqui.

Mapa da área
Mapa da área

E dessa vez pegamos o cruzeiro que leva às três principais ilhas da baía: Spectacle Island, Georges Island e Peddocks Island. Antes de falar de cada uma delas, vou explicar como funciona o passeio.

A empresa que administra o transporte marítimo até as ilhas é a Boston Harbor Cruises. É um serviço de balsa, que sai do Long Wharf, no Christopher Columbus Park. Custa $17 dólares por adulto, $12 para idoso e $10 criança. Preço inclui ida e volta.

Nós ainda conseguimos um desconto: pegamos o cupom de 2 ingressos pelo preço de 1, fornecido pela biblioteca pública de Boston. Confiram nesse post como funciona, mas só adianto que é uma cortesia oferecida apenas para residentes do estado de Massachusetts. Se você for um turista vindo de outro estado dos EUA ou do Brasil, não vai conseguir pegar esse cupom, sorry! 🙁

Banca de informações, na Atlantic Avenue - entre o Faneuil Hall e o New England Aquarium
Banca de informações, na Atlantic Avenue – entre o Faneuil Hall e o New England Aquarium
E caminhando em direção ao mar, você chega na bilheteria. Endereço: 1 Long Wharf
E caminhando em direção ao mar, você chega na bilheteria. Endereço: 1 Long Wharf, Boston

O serviço de balsa funciona do início de maio até o início de outubro, nos meses mais quentes do ano. As datas exatas da temporada e os horários atualizados das balsas vocês encontram aqui.

Nesse link aí de cima, com os horários das balsas, vocês verão que há as seguintes opções de transporte: Boston➝GeorgesBoston➝Spectacle e ainda Boston➝Spectacle➝ Georges➝Peddocks (Loop). Esse último, o loop, é o transporte circular e foi esse que escolhemos antes de ir, pois pelo mesmo preço, faríamos 3 ilhas em vez de uma.

Porém na hora de comprar o ingresso na bilheteria, disseram-nos que o ticket seria de ida e volta de uma mesma ilha – no caso, a Spectacle. E que havia transporte gratuito de lá para as outras. Só era preciso saber combinar os horários das balsas entre as ilhas e não perder o horário de volta para Boston. E foi isso que fizemos, fomos para Spectacle, depois pegamos outra balsa para Georges, outra para Peddocks e a última de volta direto para o centro de Boston.

Achamos o serviço um pouco confuso de entender, e alguns funcionários também estavam meio perdidos com as informações. Mas mesmo assim, todos foram muito prestativos, deu tudo certo e tivemos um dia maravilhoso passeando pela baía de Boston!

Uma das balsas da Boston Harbor Cruises
Uma das balsas da Boston Harbor Cruises

Ah! E se você tiver sua própria lancha, veleiro, iate (que fino! vem ser meu amigo), pode acessar gratuitamente a Georges e a Peddocks Island. Na Spectacle é preciso pagar uma taxa para usar o píer (a partir de $21 dólares por dia, depende do tamanho do barco).

Vista maravilhosa na saída de Boston ❤
Vista maravilhosa na saída de Boston ❤
Avião cruzando por cima da gente
Avião cruzando por cima da gente
Tobin Bridge, em Chelsea, vista da balsa
Tobin Bridge, em Chelsea, vista da balsa

E o que tem demais nessas ilhas? Vamos lá!

Spectacle Island

Fica a 20 minutos de barco do centro e tem praias de areia com salva-vidas, trilhas de caminhada e corrida, mesas de pic-nic, além de um Visitor’s Center com informações históricas da ilha, um snack bar (pequena lanchonete) e banheiros. O destaque dessa ilha é que ela é uma das mais próximas de Boston e por isso, oferece uma vista espetacular do skyline.

Chegando em Spectacle
Chegando em Spectacle
Píer onde para a balsa
Píer onde para a balsa
Lá embaixo, o píer, centro de visitantes e a praia de areia
Lá embaixo, o píer, centro de visitantes e a praia de areia
Mirante no ponto mais alto da ilha. Não é mara?
Mirante no ponto mais alto da ilha. Não é mara?

Georges Island

A Georges fica a mais ou menos 45 minutos do centro, para quem vai direto, ou 20 minutos para quem vai de Spectacle.

Georges Island
Georges Island
Placa de boas-vindas
Placa de boas-vindas

Nela fica o Fort Warren, um forte construído entre 1833-1860, para proteger a baía de Boston. Ficou ativo desde a guerra civil americana que começou em 1861 até o fim da II Guerra Mundial. Além da defesa costeira, serviu também de prisão de oficiais e armazém de artilharia.

IMG_1099

IMG_1300

Além do forte, tem também um parquinho infantil, restaurante, áreas de pic-nic com churrasqueiras, cadeiras de descanso, Visitor’s Center e banheiros. A praia nessa ilha não é de areia, é de pedras, mas mesmo assim o pessoal curte o espaço.

Cadeiras com a vista de Boston ao fundo
Cadeiras com a vista de Boston ao fundo

Peddocks Island

Peddocks é uma das maiores ilhas no porto de Boston. Ela tem uma parte aberta ao público, que é essa que visitamos, e outra onde há casas particulares. Para chegar lá, apenas pegando a balsa em Georges Island (ou tendo seu próprio barco).

Boas-vindas!
Boas-vindas!

Lá também há um forte, o Fort Andrews, que ficou ativo na defesa do porto de 1904 até o final da II Guerra Mundial. Durante esse tempo também foi usado para treinamento e formação de marinheiros.

Centro de boas-vindas hoje, Casa da Guarda antigamente
Centro de boas-vindas hoje, Casa da Guarda antigamente
Capela dos marinheiros ao fundo e cadeirinhas para os turistas
Capela dos marinheiros ao fundo e cadeirinhas para os turistas

O diferencial dessa ilha é que é possível acampar por lá. Nós não fomos até a área de camping porque ela é acessível somente pra quem tem reserva. Você pode levar a sua barraca (diárias a partir de $8 por pessoa), ou ficar em uma tenda fixa do próprio parque (diárias a partir de $35). Ambas as opções exigem reserva antecipada (link aqui).

No mais, tem praias, trilhas em meio à vegetação e áreas de pic-nic, assim como as outras ilhas. Achei essa meio sem graça, mas acho que foi porque não estávamos lá pra acampar… Quem sabe na próxima? 😛


Bom, boa parte do que escrevi aqui pra vocês, também gravamos em vídeo. Então se quiserem acompanhar nossa saga por dentro das paredes escuras do Fort Warren, ou ainda em busca de uma mesa com sombra para fazer o nosso pic-nic, é só dar o play aí embaixo! 🙂

Abraços e até a próxima!

Administradora, eterna estudante, cozinheira nas horas vagas e viciada em maquiagem.